Topo
Blog do Chico Barney

Blog do Chico Barney

Protesto contra Ísis Valverde por fotos sem filho é culpa das novelas

Chico Barney

04/12/2018 21h48

Foto: Reprodução

O PÚBLICO segue tragicamente viciado em clichês. Isis Valverde, a magnética, passou longe da peculiar moda de transformar a própria gravidez em um reality show nas redes sociais. Sem ignorar o fato de que estava vivendo um momento especial, seguiu publicando suas fotos em paisagens idílicas acompanhadas por emojis ou breves digressões.

O tempo passou e eis que nasceu Rael, fruto de seu relacionamento com André Resende. E os fãs da atriz estão absolutamente indignados por um motivo bastante curioso: ela continua publicando fotos em paisagens idílicas acompanhadas por emojis ou breves digressões.

Ora, é evidente que Valverde não precisa ficar exibindo o rebento como se fosse algum mimo de seus patrocinadores. Tampouco seria um problema se resolvesse assim fazê-lo.

Também não deveria representar um problema a decisão de continuar publicando fotos (sem o filho) em uma rede social especializada em… fotos. Essa galera vive da própria imagem e os tempos bicudos não permitem que alguém como ela passe a licença-maternidade inteira longe do Instagram.

Mas a pulsante cultura dos "blogueiros especializados em família" parece ter causado pane na cabeça dos internautas brasileiros.

Acostumada a acompanhar a gravidez das estrelas pela internet, a audiência passa a acreditar que tudo ali publicado é em tempo real. Além disso, também considera impossível nascer um bebê e não ter acesso constante a ele.

Valverde é uma celebridade acostumada a contrariar expectativas. Enquanto uma parte eloquente de seu público adoraria continuar vivendo nesse mundo dos clichês mais pedestres, ela subverte a lógica das coisas.

Sua presença online, não é de hoje, possui uma sensibilidade artística e estética que definitivamente não é para todos.

Infelizmente fomos catequizados por novelas que nos ensinam de maneira didática que os eventos de nossas vidas precisam ser ponte óbvia e imediata para o passo seguinte. Nada mais mentiroso. Também há uma ilusão de que, depois da gravidez, a mulher deverá ficar por meses a fio dedicada apenas a cuidar do bebê. Caso contrário, provavelmente a personagem fará parte do núcleo de vilões.

É fundamental que Isis siga fazendo o que lhe der na telha, seja compartilhando uma agradável tarde solitária na piscina ou fazendo cafuné no recém-nascido na privacidade da vida íntima.

LEIA MAIS:

Voltamos a qualquer momento com novas informações.

Sobre o autor

Entusiasta e divulgador da cultura muito popular. Escreve sobre os intrigantes fenômenos da TV e da internet desde 2002