Topo

Pode confessar: você está adorando as fofocas sobre Marina Ruy Barbosa

Chico Barney

22/02/2019 11h33

Foto: Reprodução

Você mal consegue disfarçar, caro leitor. Não está deixando passar um único detalhe sobre a polêmica separação dos atores José Loreto e Débora Nascimento.

Tanto faz o que é verdade e o que é fruto da mais cretina especulação. Imaginar que a ilibada Marina Ruy Barbosa possa ter também seus esqueletos escondidos no armário é absolutamente irresistível para você, não? E quanto mais o tempo passa, mais psicodélicos ficam os boatos. Bruna Marquezine, Carolina Dieckmann, Giovanna Ewbank e Bruno Gagliasso, um elenco de primeira linha envolvido nas mais pedestres intrigas e conchavos nas redes sociais.

A fonte já não importa mais. Você está obcecado com a possibilidade de serem todos tão falíveis quanto nós.

Quem sabe você esteja passando por um momento meio parecido com a aparente situação de José Loreto. Talvez tenha segredos como garantem que Marina Ruy Barbosa possui. Você já sofreu como Débora Nascimento. Ou ainda não, mas garanto que será o último a saber.

Você tem uma opinião sobre tudo o que sabe-se lá se realmente aconteceu. Já elegeu seus culpados e está compadecido com as suas vítimas. Já conseguiu encaixar o caso dentro do gabarito de qualquer causa que você acredite.

E sabe-se lá se realmente aconteceu. A essa altura do campeonato, quem se importa?

Em um mundo cada vez mais coreografado, com os ricos e famosos conquistando o controle de tudo, inclusive sobre as fofocas a respeito de si mesmos, vê-los vacilar é um alívio. Um caso ruidoso como esse é o último respiro de alguma espontaneidade no século do media training.

Só que jamais saberemos a realidade dos fatos. É uma história que acompanhará todos os envolvidos pelo resto das suas vidas. E será lembrada de variadas formas por diferentes pessoas, dependendo de quem contar o que talvez tenha acontecido. Uma irresponsabilidade gigantesca.

Mas fazemos isso com vizinhos muito mais feios, primos muito menos interessantes e amigos queridos. Como você poderia evitar a fofoca sobre pessoas que conhecemos desde pequenas, vimos crescer, casar –e ainda estão diariamente na sua televisão?

Não precisa esconder o sorrisinho no canto da boca. Eu sei muito bem como você está se sentindo. São nossos instintos mais primitivos. Terríveis.

Voltamos a qualquer momento com novas informações.

Sobre o autor

Entusiasta e divulgador da cultura muito popular. Escreve sobre os intrigantes fenômenos da TV e da internet desde 2002

Chico Barney