Topo
Blog do Chico Barney

Blog do Chico Barney

Tatá Werneck está apresentando o novo "Vídeo Show" e ninguém percebeu

Chico Barney

23/07/2019 14h32

Reprodução

Durante o ocaso do "Vídeo Show", muitas teorias surgiram a respeito do seu triste fim. Teria o público perdido o interesse nas novelas da Globo? A vida das celebridades já não comove mais ninguém? O viés extremamente chapa-branca afastou telespectadores?

São hipóteses coerentes e todas muito válidas. Mas o problema nunca foi o universo tratado no programa. Basta observar que as produções de Curicica continuam sendo o que existe de mais popular no Brasil, mesmo com a ascensão de youtubers ou séries da Netflix.

Mais do que isso, o elenco da emissora persiste como o panteão do nosso star system. O topo pode não pertencer mais só a eles, mas continuam firmes e fortes por lá. Basta observar como artistas do quilate de Bruna Marquezine e Marina Ruy Barbosa passaram feito trator por cima de "digital influencers" de carreira –e hoje faturam milhões, batendo recordes de likes e followers, no Instagram.

Está claro que a grande questão por trás da decadência do "Vídeo Show" era pura e simplesmente seu formato engessado. O tripé de conteúdo sobre o qual se estabeleceu segue extremamente relevante: informações saborosas de bastidores da Globo, intimidade dos artistas e "micos".

Pois muito que bem. Este é exatamente o mesmo apoio que dá vida ao "Lady Night" apresentado com monumental sucesso por Tatá Werneck na Globo e no Multishow.

O programa recebe apenas os nomes do primeiro escalão da Globo, tirando raras exceções. Assim como o "Vídeo Show" permitia uma nova visão sobre essas celebridades 30 anos atrás, agora é o jeitão divertido e metodicamente caótico de Werneck que desnuda as confissões mais escabrosas. A abordagem radical é perfeita para tempos mais extremos –e dá novo verniz, criativo e engraçado, ao aspecto chapa-branca.

O tempo de atenção das pessoas é cada vez mais curto, dada a vasta oferta de entretenimento em uma miríade de plataformas. "Lady Night" sobe o tom, com humor e galhardia, para trazer revelações bombásticas a respeito da vida dos artistas, fofocas sobre o que acontece nos estúdios Globo e também cantorias que seriam algo como um "Falha Nossa" para o século 21.

Eis que o "Vídeo Show" sobrevive, com notáveis adaptações aos novos tempos, sob o comando de Tatá Werneck e sua equipe.

Reprodução

A nova temporada estreou semana passada no Multishow e mantém o brilho dos anos anteriores. O episódio com Fátima Bernardes figura entre os melhores de toda a série. Em exibição de segunda a sexta, 22h30.

Voltamos a qualquer momento com novas informações.

Sobre o autor

Entusiasta e divulgador da cultura muito popular. Escreve sobre os intrigantes fenômenos da TV e da internet desde 2002