Topo
Blog do Chico Barney

Blog do Chico Barney

Veja como são preparadas as rosas que Roberto Carlos distribui nos shows

Chico Barney

14/09/2019 14h37

Reprodução

Com o intuito de conectar laboratórios de pesquisas em universidades dos Estados Unidos, a internet foi criada em 1969 nos Estados Unidos –na época chamada de ARPANET. Partiu de um professor da Califórnia o primeiro e-mail da história, destinado a um amigo em Stanford .

Toda a estrutura fazia parte do Departamento de Defesa norte-americano. Desde o começo daquela década, por temores de um ataque russo às suas bases militares, existia a vontade de criar uma maneira de descentralizar o compartilhamento de informações sigilosas. Era o auge da Guerra Fria.

O mundo mudou bastante ao longo desse meio século de rede mundial de computadores. Hoje a internet faz parte da vida de todos, impactando nossa realidade das maneiras mais variadas e curiosas.

Um dos usos jamais imaginados pelos intelectuais e militares dos anos 60 ganhou vida recentemente: foi por intermédio de conexões tão fundamentais que descobrimos como são preparadas as rosas que Roberto Carlos distribui ao fim dos seus shows.

Um longo caminho foi percorrido até ser possível descobrir pela internet como são preparadas as rosas do rei (Reprodução)

A reveladora sequência de stories foi publicada no perfil do cantor no Instagram. De maneira cuidadosa, usando uma ferramenta específica pra a missão, uma profissional tira qualquer estrutura pontiaguda que possa machucar fãs que tiverem a sorte de ter em mãos o cabo da rosa real. Para efeitos estéticos, algumas pétalas são retiradas com esmero. Ao final do processo, são reunidas em buquês para que o rei possa beijá-las com aquela charmosa inflexão de lábios, enquanto a mulherada se descabela.

Tive a sorte de prestigiar seu show em São Paulo na última quarta-feira. É reconfortante saber que Roberto Carlos continua imbatível. Seguindo as rotinas que se tornaram clássicas, tece comentários entre as músicas e faz gente jovem desmaiar de emoção. Só perto de onde eu estava sentado, duas moças foram ao chão depois que "Lady Laura", "Nossa Senhora" e outras pérolas do cancioneiro mundial foram entoadas.

Tentei, mas não consegui pegar uma rosa. Fiquei satisfeito com a bela caneca que era vendida junto com outras bugigangas no local do evento.

Voltamos a qualquer momento com novas informações.

Sobre o autor

Entusiasta e divulgador da cultura muito popular. Escreve sobre os intrigantes fenômenos da TV e da internet desde 2002